Quarta, 08 de Dezembro de 2021
24°

Pancada de chuva

Manhuaçu - MG

Tecnologia Tecnologia

Videogame usado pode custar até 69% mais barato do que um novo

Com alto custo dos últimos lançamentos da Sony e da Microsoft, fãs de games buscam modelos mais antigos como lazer

24/03/2021 às 02h11
Por: Redação Fonte: R7
Compartilhe:
Procura por consoles usados aumentou, afirma plataforma de vendas - (Foto: Pixabay)
Procura por consoles usados aumentou, afirma plataforma de vendas - (Foto: Pixabay)

Um dos principais passatempos para muitas pessoas ao longo do ano que já dura a pandemia de covid-19 têm sido os videogames. E em um período em que tanto a Sony, com o PlayStation 5, quanto a Microsoft, com os XBox Series, colocaram modelos da nova geração no mercado, quem busca um console um pouco mais antigo pode encontrar opções bem mais em conta.

Leia também: Porcos surpreendem ao jogar videogame em estudo

Segundo um levantamento feito pela plataforma de compras online OLX, comprar um modelo seminovo ou usado pode ser até 69% mais barato, em média, do que comprar um console novo da mesma marca. Os dados compararam os preços de usados e novos dos mesmos modelos.

A maior economia está nos modelos mais antigos das 'famílias' de consoles. O PlayStation 2, que se for comprado novo custa em torno de R$ 1,5 mil, custa em média R$ 216 se for usado, uma economia de 85%. O PlayStation 3 tem preço médio de R$ 377 na plataforma, 74% mais barato do que um modelo novo, que sai por R$ 1.471.

No caso dos consoles da última geração, o PlayStation 4 e o XBox One, eles tiveram um aumento de buscas após o lançamento de seus sucessores. E os modelos usados são consideravelmente mais baratos que os novos. O PS4 sai por R$ 991, em média, 55% menos que um novo (R$ 2,2 mil). O XBox One tem uma diferença de 62% (R$ 1 mil nos usados e R$ 2,6 mil nos novos).

Apesar de toda essa busca, o modelo mais vendido na plataforma foi o XBox 360, que sai em média por R$ 393 nos usados, contra R$ 1,8 mil nos novos, uma diferença de 78%, para um console que não é mais o top de linha há cinco anos. A plataforma detectou um crescimento de 9% na procura por videogames de segunda mão entre janeiro e fevereiro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020.

"O brasileiro começa a perceber valor nos itens usados, não apenas como uma alternativa mais vantajosa em termos de compra, mas com a possível venda. É uma alternativa vantajosa para quem quer comprar seu primeiro console ou para quem tem planos de trocar o seu por um modelo mais novo, com a possibilidade de complementar o valor com a venda do atual", diz Andries Oudshoorn, CEO da OLX Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários