Terça, 25 de Janeiro de 2022
32°

Poucas nuvens

Manhuaçu - MG

Anúncio
Brasil Brasil

Um ano após pandemia, governo anuncia comitê com os 3 poderes

Medida ocorre após uma série de críticas em relação à má administração do governo federal da crise sanitária que já matou quase 300 mil brasileiros

24/03/2021 às 11h20
Por: Redação Fonte: R7
Compartilhe:

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta quarta-feira (24) a criação de um comitê de enfrentamento à pandemia de covid-19 com a participação de representantes dos três poderes. A medida ocorre após uma série de críticas em relação à má administração do governo federal da crise sanitária que já matou quase 300 mil brasileiros.

Participaram do encontro, no Palácio da Alvorada, os presidentes do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), além do vice-presidente da República, Hamilton Mourão - veja a lista dos participantes abaixo.

"Reunião bastante proveitosa. Mais do que harmonia, imperou a solidariedade e intençao de minimizarmos efeitos da pandemia. Vida em primeiro lugar", afirmou Bolsonaro em entrevista coletiva após o encontro. "Será criada uma coordenação junto aos governadores. A intenção é dedicar cada vez mais vacinação Brasil."

Apesar da mudança de tom no discurso, o presidente insistiu no tratamento precoce, que não tem, até o momento, qualquer evidência científica de eficácia. "Discutimos também a possibilidade de tratamento precoce, que fica a cargo do novo ministro da Saúde. Uma nova cepa ou novo vírus apareceu. Precisamos dar atendimento adequado às pessoas. Não temos ainda o remédio. [...] Estamos no caminho para o brasil sair dessa situação complicada", disse.

O novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou na sequência que a reunião foi "de alto nível", com harmonia entre os três poderes. "Nosso objetivo é o fortalecimento do SUS nos três niveis (União, Estados e municípios) para prover à população, com agilidade, uma campnanha de vacinação capaz de reduzir circulacao do vírus", disse. "Vamos fortalecer a assistência nos três niveis [do SUS] com criação de protocolos assistenciais. O sistema de saúde do Brasil dará a resposta que a populacao brasileira quer. Toda a nação se une agora para que cumpramos nosso dever."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias