Sexta, 20 de Maio de 2022

Tempo aberto

Manhuaçu - MG

Anúncio
Música Era uma vez...

Ana Beatriz lança “Era uma Vez”, canção em acolhimento a todas as pessoas que já sofreram abusos

“Todo mundo tem um ‘era uma vez’ que ninguém conhece, mas Deus traz a calmaria”

08/03/2022 às 11h49
Por: Ana Paula Costa Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Capa/Divulgação.
Capa/Divulgação.

Já está disponível nas plataformas digitais e no YouTube, o novo single “Era Uma Vez” de Ana Beatriz. Este projeto solo tem como parte da sua composição a frase inspiradora da pastora e psicanalista clínica Ângela Sirino, “não julgue o adulto que eu sou sem conhecer a criança que eu fui”. De acordo com Ana Beatriz, essa canção é mais que um novo single.

“Essa canção é uma canção necessária! Diante de um cenário tão cheio de abusos, violências e defraudação de crianças e mulheres eu como compositora cristã precisava me atentar a essa causa e levar para as pessoas a fonte de cura capaz de sarar todo e qualquer trauma gerado na infância. Jesus é a cura e o mundo precisa saber disso!” (Ana Beatriz) 

A música possui um caráter intimista e tem o propósito de acolher a todos que sofreram algum tipo de abuso: seja na infância, no contexto familiar ou em qualquer outra forma. “[...] é sobre o grande impacto de cura e libertação que o encontro de Cristo com as vítimas pode gerar” – afirma a cantora, que completa dizendo:

“Uma das formas que Deus mais me usa é me inspirando a compor histórias de pessoas. Por esse motivo, desejo muito poder ter uma canção que seja uma canção de cura para muitas pessoas que, de repente, não sejam conhecidas nem tão pouco reconhecidas aqui na terra, mas que possuem um legado incrível no céu com suas admiráveis histórias de superação.” 

Conheça a ficha técnica de “Era Uma Vez”: Voz: Ana Beatriz | Composição: Ana Beatriz| Violões: Felipe Rodrigues| Produção Musical: Felipe Rodrigues | Direção de Vídeo, Operação de Câmera e Edição: Pedro Luiz |Bailarina: Kellen Duarte | Marketing: Agência Genuíno | Assessoria de Imprensa: Alisson Rodovalho. 

Quem é Ana
Ana Beatriz Ferreira Camargo (25), mãe da pequena Elisa Camargo (10 meses) nasceu em Anápolis, teve sua infância na cidade de São Francisco de Goiás, é formada em Letras pela Universidade Estadual de Goiás. E, atualmente, reside na capital do estado, Goiânia – GO. Apesar de não ter nascido em berço cristão Jesus foi apresentado à Ana ainda na infância, por esse motivo, sua paixão com a música começou logo cedo no contexto religioso da igreja protestante.

Com aproximadamente 5 anos de idade, um tio a levou à Igreja onde atuava, na época, como líder de louvor. Sempre que Ana Beatriz cantava baixinho em casa, seu tio observava que era um ‘baixinho afinado’. Certo dia, ela recebe o desafio de cantar uma música na igreja. “Lembro como se fosse hoje a primeira música no famoso playback. Música ‘Maravilhoso’, da cantora Mara Maravilha (risos). Todo mundo da igreja ficou surpreso com a performance e desde então nunca mais parei.” – complementa Ana Beatriz.               

Inspirações
As inspirações de Ana Beatriz, segundo ela, foram construídas e foram se modificando ao decorrer do tempo. Inicialmente, inspirada por músicas pentecostais – até mesmo por fazer parte de igrejas do interior, onde sempre foi um ritmo muito ouvido e cantado – Ana passou a se inspirar bastante em cantores como Cassiane, Elaine Jesus e demais cantores que seguem esse perfil. Mais a frente, foi atraída pelo perfil mais congregacional e pop de Aline Barros, sendo por muito tempo intérprete de várias de suas canções. A partir de seus 11 anos, começou a compor e a criar seu próprio estilo.

A partir dos meus 11 anos de idade comecei a compor minhas próprias músicas e ao longo do tempo fui criando o meu próprio estilo, ou melhor dizendo, Cristo foi moldando e com certeza ainda não parou com esse trabalho.” 

Atualmente, se inspira em diversos artistas, de Maverity City Music à Marcela Taís.  Na entrevista, Ana Beatriz faz uma menção honrosa à Ludmila Ferber que, segundo ela, influenciou profeticamente em suas composições. Outro artista que, sem dúvidas, inspirou grandemente o seu estilo de compor, foi Anderson Freire. De acordo com a cantora, ele é a sua maior inspiração, quando o assunto é composição.

“Após ouvir uma palavra profética, de um pastor, quando eu tinha ainda meus 11 anos de idade, lembro-me de fazer uma oração dizendo: - Deus, me dá a graça de compor como o Anderson Freire! (É o famoso sonhe grande porque teu Deus é grande. Pense numa criança ousada, menino! hahaha) E, eu sinto que Deus ouviu aquela oração. Por várias vezes já ouvi pessoas dizendo: A Ana é o Anderson Freire de saia! Sem antes mesmo eu tê-lo mencionado e eu não acho que essa menção seja mera coincidência. A unção que a gente respeita a gente atrai com certeza e a oração que a gente faz com pureza Deus responde. Eu era só uma criança, mas eu sei que Deus estava lá ouvindo tudo e levando muito a sério tudo que eu estava dizendo.”

Acontecimentos
Uma curiosidade e que enche a Ana Beatriz de orgulho, foi uma participação em um Festival de Música, aos 16 anos, que teve, nada mais e nada a menos, que Robinson Monteiro e Lydia Moisés como jurados. Resultado: 1ª colocada em mais de 100 inscritos. Ali, ela teve a oportunidade de gravar o seu CD segundo CD, intitulado - ‘Cicatrizes’. “Esse festival com certeza marcou minha vida. Eu gravei um CD autoral com 15 músicas na época”. Aos 17 anos, Ana já possuía 2 CDs autorais gravados. Aos 22 anos, a cantora e compositora já possuía mais de 150 músicas escritas e que foram gravadas por cantores do casting de gravadoras como Sony Music e Todah.

Outro ponto que marcou bastante a vida da cantora e compositora, diz respeito à música “Preciso Confiar”, que a cantora Stella Laura gravou com a cantora Valesca Mayssa. Hoje, a música já conta com mais de 20 milhões de visualizações no YouTube.

“Lembro que eu estava dentro do avião indo para a Europa, quando Deus tocou no meu coração para ofertar a canção na vida dela. Ouvi de pessoas que eu estava sendo irracional ao ofertar uma das melhores músicas que eu tinha, porque era eu quem deveria gravar, mas ainda assim não dei ouvidos [...] sou extremamente feliz em ver a canção que Deus me deu, na sala da minha casa após uma triste ligação que eu acabara de receber, sendo cantada em todas as igrejas do Brasil. Deus é bom! São inúmeros os milagres.” – conclui Ana Beatriz.

Outros números de Ana Beatriz
Canção “Improvável” – com Davi Passamani (cantor e pastor da Igreja CASA): +4M de visualizações.

Canção “Vento Impetuoso” – participação no DVD CASA WORSHIP, com Davi Passamani: +20M de visualizações.

Composições mais relevantes

Preciso Confiar – Stella Laura e Valesca Mayssa

Oleiro – Eyshila

Bebê Milagre –Luana Rodrigues

Deus vai te impressionar – Leidy Murilho

Ouça “Era uma Vez”, de Ana Beatriz, nas plataformas digitais: https://fanlink.to/EraUmaVez

Acompanhe Ana Beatriz no Instagram!
Instagram:
@anabeatrizmusica

Fonte: Alisson Rodovalho – Assessoria de Imprensa Ana Beatriz

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias