11°C 24°C
Manhuaçu, MG

Construção Civil: Transformações, Inovações e Tendências

Contribuindo significativamente para o desenvolvimento do Brasil, a construção civil é uma das áreas mais importantes para o país. Segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em 2023, a expansão do setor foi de 4,5%, enquanto isso, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 2,8%, ou seja, a construção civil teve um aumento acima da economia nacional.

25/06/2024 às 12h50
Por: Ana Paula Costa Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Foto/Divulgação.
Foto/Divulgação.

Por Ramalho da Construção

 

A construção civil passa por uma transformação profunda, impulsionada por avanços tecnológicos, demandas ambientais crescentes e mudanças nas práticas tradicionais. As inovações visam melhorar a eficiência, a sustentabilidade e a qualidade das construções, além de oferecer soluções para os desafios enfrentados pelo setor e que facilitam o trabalho no canteiro de obras, por meio de ferramentas, técnicas e materiais que otimizam o processo construtivo, e ainda buscam resolver questões que aperfeiçoam a produtividade.

Ao longo do tempo, a construção civil passou por diversas transformações, e nos últimos anos está mais receptiva à inovação, adaptando-se a novas realidades e incorporando tecnologias. As principais inovações dentro da construção civil acontecem na reutilização de recursos, como forma sustentável e econômica, e gestão e controle dos projetos.

As perspectivas positivas, somadas à pressão por eficiência e sustentabilidade, estão motivando a indústria a adotar abordagens mais inteligentes e ecologicamente corretas. 

Ressaltando que quando falamos de inovações não falamos apenas de tecnologias, elas podem acontecer no âmbito organizacional, de produto ou gerencial.

Confira inovações e tendências na construção civil que já se tornaram essenciais ou têm potencial para impactar o setor, e irá transformar a rotina dos profissionais:

Impressão 3D

A impressão 3D facilitou muito o trabalho no que diz respeito ao desenvolvimento de maquetes, e é uma das principais potências para o crescimento do setor

Com essa tecnologia, conseguimos imprimir projetos 3D com diversas opções de matérias-primas e combinações de cores, Com a tecnologia, é possível imprimir projetos 3D com mais de 30 opções de matéria-prima e mais de 4 mil combinações de cores.

Plataformas de gestão integrada

A plataforma é capaz de controlar a entrada de materiais no canteiro de obras, a utilização de cada um deles em cada etapa do projeto, o rendimento da mão de obra contratada, o orçamento na construção civil, e podem ser gerenciados em uma mesma tela. Além disso, cada gestor envolvido pode acessar os dados em tempo real e de qualquer lugar, gerando relatórios combinando os dados das várias ferramentas, e esses dados servem para dar suporte a decisões estratégicas da empresa. 

Bioconcreto e tijolos ecológicos

As rachaduras do concreto são problemas recorrentes em edifícios devido à elasticidade reduzida desse material. No entanto, já é possível adotar um produto capaz de regenerar as próprias rachaduras, como um tecido vivo.

Utilizando bactérias especiais, o bioconcreto tem um processo de auto reparo, que torna, sua utilização, uma solução promissora para elevar a vida útil das estruturas e reduzir a necessidade de manutenção, Seu uso ainda contribui para a redução das emissões de carbono associadas à produção convencional, alinhando-se aos princípios da construção sustentável.

Os tijolos ecológicos, produzidos a partir de materiais reciclados ou de fontes renováveis, oferecem uma alternativa eco-friendly à construção convencional. Além de contribuir para a redução de resíduos, esses materiais promovem a sustentabilidade desde a fase de produção até o final de sua vida útil.

BIM (Building Information Modeling ou Modelagem de Informações da Construção)

O BIM é um sistema que cria modelos virtuais de obras, assim conseguimos ter um modelo virtual 3D de um edifício, facilitando todas as etapas de uma edificação, desde o seu desenho até o gerenciamento da construção.

Ao integrar informações detalhadas em modelos digitais tridimensionais, o BIM aprimora a colaboração, reduz erros de projeto e otimiza a eficiência na gestão de obras, melhorando a precisão e acelerando o ciclo de vida de um projeto, impactando positivamente todas as fases da construção.

Inteligência Artificial (IAs)

A Inteligência Artificial está se estabelecendo como um acelerador da inovação na construção civil, sua capacidade de analisar grandes conjuntos de dados, prever padrões e automatizar tarefas complexas está resultando em uma eficiência operacional sem precedentes.

A IA também contribui para prevenir problemas, reduzir custos e maximizar a eficiência em todo o ciclo de vida da construção.

Realidade virtual e Realidade aumentada 

As tecnologias de Realidade Virtual (RV) e Realidade Aumentada (RA) estão desempenhando papéis importantes em muitos setores, incluindo em diversas fases do ciclo de vida dos projetos de construção. 

A RV permite a visualização imersiva de projetos, oferecendo uma compreensão mais profunda e precisa antes mesmo do início da construção. Por outro lado, a RA complementa o ambiente físico com elementos virtuais, melhorando a precisão nas operações no canteiro de obras e facilitando treinamentos.

Essas tecnologias estão indo além do aspecto visual, sendo usadas para simulações de processos construtivos, detecção de interferências e colaboração remota entre equipes. Elas não apenas reduzem erros e custos, mas também aceleram a conclusão das diferentes fases dos projetos, proporcionando eficiência e inovação na construção civil.

Utilização de drones

Os drones agilizam a inspeção de obras, fornecem dados precisos de mapeamento e monitoramento, enquanto os robôs executam tarefas repetitivas e perigosas.

Essas tecnologias não apenas aumentam a segurança no local de trabalho, mas também otimizam a eficiência e a precisão das obras.

Eles também colaboram com o mapeamento de áreas e captura de imagens que ajudam a gerar dados em relação ao que está sendo construído para finalidades comparativas.

Gestão de obras com base em dados

O setor da construção civil está  cada vez mais atento em usar bem o volume de dados coletados. Por isso, conceitos como Big Data vêm ganhando cada vez mais espaço.

Em essência, os dados contêm padrões importantes que fazem diferença na obra. Por meio da análise desses dados, os gestores das construtoras ou incorporadoras podem descobrir esses padrões escondidos e resolver problemas a partir deles.

Construções pré-fabricadas modulares

A construção de unidades construtivas modulares e pré-fabricadas ganha  cada vez mais adeptos nos setores imobiliário e de construção. Em edifícios residenciais, construções modulares podem oferecer benefícios especiais para o público mais jovem que busca espaços cada vez mais customizáveis.

Um dos maiores atrativos deste modelo construtivo é a chamada construção off-site, ou seja, quando a construção de componentes modulares acontece fora do canteiro de obras. Isso traz muitos benefícios para a obra, como grande agilidade na montagem, geração menor de resíduos, precisão industrial de fabricação dos módulos, personalização da obra com o passar do tempo, menor consumo de água e eletricidade na obra, equipe mais enxuta no canteiro e maior segurança contra acidentes, e com os componentes sendo construídos em ambientes de fábrica, é muito mais fácil manter a obra dentro do prazo e do orçamento.

Cidades inteligentes 

O advento das cidades inteligentes introduz uma nova era na construção civil. Com a integração de tecnologias como sensores, Internet das Coisas (IoT) e análise de dados, elas buscam otimizar a infraestrutura urbana.

Desde sistemas de transporte mais eficientes até a gestão sustentável de recursos, a inovação construção civil desempenha um papel vital na criação de ambientes urbanos mais conectados, acessíveis e sustentáveis.

Essa transformação não se limita apenas à infraestrutura física, mas também abrange aspectos sociais, ambientais e econômicos. As cidades inteligentes representam um movimento em direção a comunidades mais sustentáveis, resilientes e tecnologicamente avançadas.

A inovação na construção civil não deve parar por aí, e as mudanças tendem a crescer. Afinal, está claro que ela é necessária para um futuro mais eficiente, sustentável e resiliente.

A preocupação com soluções sustentáveis surge de problemas como o grande volume de resíduos que é gerado nas construções, além de ser uma preocupação da nova geração e, portanto, do novo público das construtoras.

A adoção de tecnologias seguras e cada vez mais potentes não é apenas uma opção, mas uma necessidade para as empresas que desejam se desenvolver nesse cenário dinâmico e em expansão.

Ramalho da Construção é presidente licenciado do Sintracon (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo), vice presidente da Força Sindical e compõe a diretoria da Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada (Fenatracop) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção (CNTIC).

 

Por Ana Lopes / Comunicação Política
Assessoria de Imprensa

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias