Anuncie alfavip
Cabine da Voz
Segurança

Polícia Civil desmantela quadrilha que atuava em Fervedouro, Divino e São Francisco do Gloria

A Polícia Civil de Fervedouro, com apoio de aproximadamente 20 policiais de diversas delegacias da região, deflagrou nesta terça-feira (08/10) a operação “ADSUMUS”, a fim de cumprir mandados de prisão preventiva expedidos pelo juízo da Comarca de Carangola em desfavor de oito suspeitos de integrarem uma quadrilha apontada como autores de vários crimes na região, dentre eles um roubo de uma colheita de café inteira, durante uma noite.

10/10/2019 10h04Atualizado há 2 meses
Por: Moisés de Oliveira
Após esta primeira fase da investigação, o delegado que preside o inquérito policial que investiga o caso representou junto ao juízo competente, tendo sido expedido 08 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão, os quais foram cumpri
Após esta primeira fase da investigação, o delegado que preside o inquérito policial que investiga o caso representou junto ao juízo competente, tendo sido expedido 08 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão, os quais foram cumpri

FERVEDOURO (MG) - A Polícia Civil de Fervedouro, com apoio de aproximadamente 20 policiais de diversas delegacias da região, deflagrou nesta terça-feira (08/10)  a operação “ADSUMUS”, a fim de cumprir mandados de prisão preventiva expedidos pelo juízo da Comarca de Carangola em desfavor de oito suspeitos de integrarem uma quadrilha apontada como autores de vários crimes na região, dentre eles um roubo de uma colheita de café inteira, durante uma noite.

Na operação foram cumpridos todos os mandados de busca e apreensão, bem como seis mandados de prisão preventiva, sendo que  dois dos suspeitos com mandado de prisão, não foram localizado, e são considerados foragidos da justiça.

Na noite desta última segunda-feira, (07/09), por volta de 20h30, um grupo de homens fortemente armados abordaram uma família na zona rural de São Francisco do Glória e após renderem as vítimas, dois dos criminosos mantiveram os mesmos presos em um banheiro, enquanto o restante do grupo, utilizando um caminhão, uma moto e uma pick-up roubaram 152 sacas de café, e diversos outros objetos, somando um prejuízo de aproximadamente R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais);

A Polícia Militar registrou a ocorrência e passou para Policia Civil que iniciou imediatamente as investigações e após um longo e exaustivo trabalho, com diligencias em vários municípios da região, os investigadores conseguiuram identificar parte dos suspeitos de integrarem o grupo criminoso, identificaram os veículos utilizados, bem como localiaram e apreenderam um dos objetos roubados no crime. Objeto este que havia sido vendido por um dos suspeitos e já se encontrava na posse de um terceiro estranho aos fatos, em um local de difícil acesso na zona rural do município de Divino.

Após esta primeira fase da investigação, o delegado que preside o inquérito policial que investiga o caso representou junto ao juízo competente, tendo sido expedido 08 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão, os quais foram cumpridos hoje pela Polícia Civil.

Os presos serão conduzidos ao presídio de Carangola onde permanecerão a disposição da justiça. A policia civil em nota disse que as investigações irão prosseguir a fim de identificar todos os suspeitos integrarem o grupo criminoso, localizar e apreender os bens roubados, bem como de identificarem outros crimes cometidos pela quadrilha.

Adsumus, nome dado a operação, é uma palavra com origem no latim que significa “estamos presentes”. O termo vem do verbo adsum que quer dizer estar presente, estar aqui ou estamos juntos. A palavra é usada no sentido de se demonstrar prontidão e de confirmar que se está atento aos acontecimentos.

O nome dado a operação é uma alusão ao fato de policia civil estar sempre pronta a responder aos anseios da sociedade, e proteger a população de eventuais abusos cometidos por pessoas ou grupos de pessoas que utilizando de audácia e covardia, querem se apoderar dos frutos do trabalho de terceiros, tal como foi no ultimo crime supostamente cometido pela quadrilha que roubaram em apenas uma noite a colheita fruto de mais de um ano de trabalho de toda uma família.

Com informações - Interligado Online

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários